Trabalho – Dicas & Estimativa

Publicado: junho 1, 2011 por Nathaly Nunes em Trabalho na Irlanda
Tags:

Eu sei que não sou muito boa em dar notícias, novamente esqueci de vir aqui contar para vocês as novidades. Há uma semana atrás o Paulo arrumou um trabalho em um restaurante de Dublin 4. Isso mesmo, garçom, 24 horas por semana, com direito a gorgetas, ótimo salário por hora, e melhor de tudo, três vezes por semana! Coisa de primeiro mundo né, graças a Deus só o que ele vai ganhar vai pagar quase todos gastos que temos aqui. Então eu não preciso trabalhar mais! rsrsrs…Brincadeirinha!

Serio mesmo, sei que muita gente se pergunta muito sobre isso, como é que está para arrumar emprego na Irlanda, quanto tempo demora em média e tal. Então para adiantar eu já digo, não ele nunca trabalhou como garçom antes, não ele não esta com o inglês fluente ainda. Nós estamos aqui há 2 meses e 23 dias. Na realidade nós dedicamos nosso primeiro mês aqui para estudar e melhorar o inglês, já viajamos e não viemos com dinheiro contado como é a situação de alguns então se realmente estivéssemos tentando desde que chegamos os dois já estariam bem empregados há bem mais tempo.

Estimativa:

Inglês básico: difícil. Poderia até dizer que em 3 meses é possível, e realmente é, mas a lógica é que em 3 meses seu inglês terá melhorado muito em relação ao básico que chegou aqui então consequentemente você terá muito mais chances de arrumar um trabalho.

Inglês intermediário: 1 à 2 meses. Se você realmente está procurando emprego, entregando CV e enviando pela internet é uma questão de tempo. Se você entregar CV bem arrumado, pedir para falar com gerente e ser insistente consegue. Não procure só na região do Temple Bar, ali tem dezenas de brasileiros todo dia entregando os mesmos currículos nos mesmos lugares!

Inglês avançado ou fluente: 1 mês. Objetivo é tudo!

Eu sei que muita gente anda com  medo de vir para Irlanda pela atual situação de emprego, com 15 % da população desempregada o país só perde para Espanha que está com o índice de desemprego em 20%. Vou dizer uma coisa, já vi gente aqui querendo escolher emprego, estando no nível básico, absurdo né. Se você precisa mesmo para ficar aqui, pega o que aparecer e segue procurando coisa melhor. É totalmente sem sentido você não conseguir ter um diálogo e tentar emprego como garçom ou garçonete, no entanto pode começar como nanny ou aupair para as meninas e para os meninos entregar panfletos ou arrumar bico com limpeza, tem várias vagas assim por aqui.

Sobre a tal experiência. Sinto muito dizer para aqueles que não gostam de mentir mas se você tentar entregar currículo em restaurante com experiência profissional em banco, multinacional, escola, agencia de publicidade ou super hiper programador com doutorado eles vão te perguntar por que cargas d’água você está querendo esse emprego, eles não querem um PHD, eles querem alguém que tenha experiência na área. Não adianta, o caminho mais facil é “enfeitar’ o currículo de cozinheiro, garçom ou o que for o caso, se você não puder fazer o trabalho que dizia ter experiência o pior que pode acontecer é não passar no treinamento, mas isso é difícil aqui, eles não costumam conferir referência de outros países e muito menos fazer você provar que trabalhou.

Mais algumas DICAS:

– Entregue currículo sozinho ! Você terá bem mais chances de trocar umas palavras a mais com o gerente se não estiver com mais 2 ou 3 querendo a mesma coisa.
– Esteja bem apresentável ! Para os homens, barba feita e sem mochila nas costas pelo amor de Deus ! Para mulherada, maquiagem e cabelo arrumado !
– Mostre interesse pelo estabelecimento.
– Tente falar que tem experiência mesmo que o gerente só pegue seu currículo e vire as costas, aproveite cada segundo !

É isso aí então pessoal,

Boa sorte! Cheers!

Nathaly Nunes

comentários
  1. Rafael Marcos disse:

    Olá… primeiramente parabéns pelo blog e obrigado por expor o cotidiano da vida em Dublin, já que, isso ajuda muito quem ainda está na fase de planejamento, por exemplo, eu! rs

    E o principal… é uma blog atual, já que a maioria que entrei por aí a mairoria dos posts sobre custo de vida e trabalho ainda são do ano passado ou, até mesmo, de mais antigos.

    Estou em dúvida entre Londres e Dublin ainda… Dublin eu consigo ficar mais tempo estudando, já em Londres, teria grana para apenas 4 meses!!

    A questão é a seguinte: Eu tenho (terei na verdade) a grana para ficar em Dublin durante 6 meses sem precisar trabalhar (pelo relato de outros posts aqui do blog, acredito que eu tenha uma orçamento parecido com o de vocês), então, qualquer trabalho que eu possivelmente consiga por aí terá a grana revertida em viagens pela europa. Dito isto, eu gostaria da opnião de vocês… é possivel juntar uma graninha para fazer um pequeno mochilão? Mochilão mesmo… viajar de low-cost, ficar em albergues… sem muito luxo!

    obs: Tenho inglês pré-intermediario ( e dá pra melhorar mais até minha viagem, que é só no inicio de 2012) e não tenho problemas com serviço pesado…

    Desde já, muito obrigado.

    • Nathaly Nunes disse:

      Oi Rafael! Obrigada por tudo o blog é para expor mesmo, nossa vida e as coisas que encontramos por aqui e possam ser úteis.
      Posso te responder baseado na minha opinião e alguma experiência viajando aqui na Europa.

      Tendo um nível de inglês e estando disposto a fazer qualquer coisa, qualquer coisa sempre aparece! Seja para panfletiar que é pago por panfleto ou fazendo alguns cleaner…. você pode ir juntando de pouco em pouco para fazer o mochilão no final dos 6 meses. É dificil falar o quanto vai ser necessário para o seu caso pois depende de cada um. Para aqueles que encaram mesmo o estilo mochilão da para viajar com muito pouco mesmo, tipo uma pessoa sozinha consegue ficar em Paris com 30 – 40 euros por dia (depende valor do hostel), um big mac custa 6 euros e é a refeição mais barata que tem, quando nos fomos comiamos no Mc’ duas vezes por dia e mais alguma coisa do super mercado. Passagens aéreas saindo de Dublin ida+volta (em média) para Paris 40 euros, Londres 20 euros, Bruxelas 30 euros, Oslo 40 euros…. Low cost depende muito de você organizar com alguma antecedência.

      Eu vim para cá pensando em um mochilão mas acabei decidindo que viagens bate volta funciona legal para os destinos que tenho vontade de ir, os mais populares. Pois as vezes quando você vai de um país para o outro acaba não conseguindo passagens ou promoções tão boas quanto comprando aleatoriamente. Mas vai de você.

      Finalizando, acho que é possível sim, pensa assim, se você conseguir trabalhar um mês nem que só no último você pegue um trampo fixo, uns 800 euros da pra fazer dois destinos de boa, tipo 5 dias em Paris mais uns 5 em Londrês. E vou te dizer mais com uma passagem comprada no estilo vai na sexta volta no domingo um cartão de crédito para garantia, se você tiver 100 euros se atira.

      Boa sorte e um abração!
      Nathaly Nunes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s